Israel Institute of Biblical Studies

CANAL COSTUMES BÍBLICOS

sábado, 26 de janeiro de 2019

QUAL É O PROPÓSITO DO TABERNÁCULO?



Desde o início da criação, o plano de Deus era compartilhar Sua vida com a humanidade e permitir que as pessoas gozassem da alegria da comunhão com Ele. No entanto, a entrada do pecado no mundo criou um sério obstáculo para o cumprimento desse  objetivo; se pessoas pecaminosas chegassem à Presença de Deus, Sua Santidade as destruiria. O tabernáculo servia como um meio temporário de os israelitas poderem desfrutar da Presença Divina sem serem destruídos por Ela (Êx 25.8).
O tabernáculo mostra-nos, de forma tangível, o que é necessário para entrar na Presença de Deus.
  • O Altar diz-nos que o pecado deve ser removido por meio de uma morte sacrificial.
  • O Lavatório informa que a comunhão com Deus exige remoção de impurezas - qualquer coisa que entre em conflito com perfeição ética do Altíssimo.
  • No Lugar Santo, o candelabro e a mesa mostram que devemos andar na luz de Deus e confiar nEle com relação à provisão de nossas necessidades.
  • O Altar do Incenso representa a oração, e o incenso em constante combustão lembra-nos de que aqueles que são perdoados e lavados - que estão andando em Sua luz e confiando constantemente nEle - têm acesso ilimitado ao Senhor.
  • A Cortina entre o Lugar Santo e o Santo dos Santos recorda-nos de que o Todo-Poderoso, o Deus Santo que nos convida à comunhão, não pode ser abordado casualmente. Atrás da cortina, não há ídolo, mas a Arca da Aliança gloriosa, sobre a qual a glória de Deus aparecia, simbolizando Sua entronização como Rei de Israel.
  • A centralidade da Arca reflete o propósito principal do Altíssimo para com Seu povo, um pacto com o Deus Vivo.
Nossa Nova Aliança com Deus se faz possível por meio do sacrifício perfeito de Yeshua (O Cristo de Deus, como Cordeiro) e Seu ministério como Sumo Sacerdote diante de Deus (Hb 9--10). Ele cumpriu todas as exigências que são ilustradas pelo Antigo Tabernáculo. Aleluia!
  • JESUS, o Cordeiro de Deus : Jo 1.29
  • O animal preferido para ser morto na Páscoa, um cordeiro: Êx 12.21.
  • O cordeiro deveria ser novo: Êx 12.5. (Lc 3.23)
  • O cordeiro era sacrificado no final da tarde: Êx 12.6. (Jó 21.32; Mt 27.46,66
  • O cordeiro não podia ter mancha: Êx 12.5. (Jo 1.29)
  • O sangue do cordeiro deveria ser aspergido na porta: Êx 12.22.
  • Não se podia quebrar os ossos do cordeiro: Êx 12.46. (Jo 19.33)
Até a próxima!
Fica na paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

Postagem em destaque

Qual é o Propósito da Palavra de Deus para o Seu Povo?

No outono de 445 a.C., Neemias terminou a reconstrução do muro de Jerusalém. Apenas cinco dias depois, os colonos de Judá reuniram-se pa...