sábado, 28 de maio de 2016

O que é a ressurreição que Jesus prometeu?

Jesus falou de uma futura ressurreição de todas as pessoas - seja para a vida eterna ou para o castigo eterno (Jo 5.28,29). Ele também prometeu que iria dar vida nova a todos os que cressem nele (Jo 6.40; 11.25). Quando Cristo voltar, todo o Seu povo será ressuscitado para ficar com Ele para sempre (1Ts 4.13-18).
Essa esperança de ressurreição era o que caracterizava a mentalidade dos primeiros cristãos. Eles foram capazes de suportar o sofrimento, pois seus olhos estavam fixos no que estava além dessa vida (2Co 4.16-18). Eles esperavam que Jesus voltasse e ressuscitasse seus corpos, e previam viver com Ele eternamente (1Pe 1.23). A própria ressurreição de Cristo era o fundamento da fé cristã (1Co 15.12-20).
O corpo da ressurreição não terá as limitações e falhas que nosso atual tem. Nosso corpo ressuscitado será glorioso, forte, imortal e espiritual, assim como o corpo ressurreto de Cristo (1Co 15.45-49).
Como os cristãos já estão com Cristo, já desfrutam da experiência da ressurreição aqui e agora. Como resultado, sua vida está agora centrada nas realidades espirituais do céu, e não nas coisas da terra (Cl 3.1-4). Os cristãos podem experimentar o poder transformador da vida nova aqui e agora, a nova vida do Espírito, que os livra do poder do pecado e da morte (Rm 8.1-4). Em todas as dificuldades que enfrentam, sua confiança não é em si, mas no poder da ressurreição de Deus (2Co 1.9).

Estudando João 5.33-40
Assim como os líderes judeus com quem Jesus estava falando, muitas pessoas hoje em dia querem avaliar a evidência para comprovar Cristo antes de acreditar nele. Então, Jesus oferece o testemunho de João Batista (Jo 5.33-35), o testemunho dos Seus próprios ensinamentos e milagres (Jo 5.36), o testemunho do próprio Deus (Jo 5.37,38) e o testemunho das Escrituras (Jo 5.39,40). Mesmo assim, Jesus reconheceu que os líderes judeus rejeitaram cada um desses testemunhos por vários motivos - e que outras pessoas também o fariam.
Queremos julgar Jesus, mas será Cristo quem derradeiramente nos julgará, Ele disse: "E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal, para a ressurreição da condenação" (Jo 5.29). Jesus deu-nos muitos motivos para ouvi-lo. Se fizermos isso, o Senhor promete: "quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna" (Jo 5.24). Isso é o suficiente para fazer com que valha a pena escutar Jesus. Em certo ponto, devemos deixar de julgar o Mestre e, em vez disso, começar a escutá-lo.

Até a próxima!
Fica na paz!

Você também vai gostar de ler:
 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO
A SEGUNDA VINDA DE CRISTO